Palestrina

Duração 3 horas.
Fones de ouvido obrigatórios para grupos.
Reserve >

A importância adquirida pela antiga “Praeneste” dentro do território do “Latium Vetus” veio  principalmente de sua localização estratégica: sendo situada em cima do Monte Ginestro, dominava a Valle do Sacco, chegando assim a fiscalizar duas rotas de comunicação: a entre a Etruria e a Campania e a entre os Montes Appennino e o Mar Tirreno. Devido à sua posição se tornou meio de contacto e intercâmbio cultural entre os povos do Mediterraneo, principalmente os Etruscos. Após o esplendor da época republicana, passou sob o domínio de Roma guardando bastante prosperidade.
Começaremos nossa visita guiada pela Praça da Catedral, São Agapito, erguida sobre preexistências romanas, pois neste lugar tinha o antigo Foro Civil, que constava de vários edifícios e onde foi encontrado o famoso mosaico do Nilo que hoje fica guardado no Museo Arqueológico.
A visita continua para o “ Santuário della Fortuna Primigenia”. Esta monumental estrutura arquitetónica foi realizada no final do século II AC. nas encostas do Monte Ginestro e foi dedicada à deusa Fortuna , deusa mãe e oracular.
Sua cenográfica estrutura abrange seis terraços conectados por rampas e escadas: os devotos subiam os vários níveis passando por cinco banheiras de purificação até chegarem ao quarto terraço onde se encontravam o poço sagrado e a estátua da deusa amamentando Giove e Giunone e onde acontecia o culto oracular; no sexto e derradeiro terraço tinha um pequeno templo circular, onde estava o simulacro da deusa feito por pedras coloridas.
O itinerário da visita guiada a Palestrina conclui-se pelo Museu Nacional Arqueológico, dentro do palácio rinascimental Barberini, erguido em cima do antigo Santuário. O Museu foi inaugurado no ano 1956 , reformado no ano 1998 e guarda testemunhos do esplendor da cidade ao longo dos séculos: no primeiro andar há salas  sobre o culto da deusa Fortuna e estátuas da época romana, entre elas a famosa “Tríade Capitolina”; no segundo andar se encontram materiais procedentes do Santuário de Ercole e da necrópole da cidade, cujos ricos equipamentos mostram a importância  comercial do lugar entre os séculos VIII e I AC.; no terceiro andar apreciaremos o famoso mosaico de Nilo exemplo da tradição helenística.