Museus Capitolini

Duração 3 horas.
Fones de ouvido obrigatório para grupos.
Reserve >

Este é o Museu mais antigo do mundo, fundado no ano 1471 quando o Papa Sisto V presenteou o povo romano com umas estátuas de bronze; mais tarde, por vontade de outros pontífices foram colocadas mais obras procedentes das escavações em Roma, do Vaticano ou adquiridas para exposição.
O Papa Benedito XIV realizou a Pinacoteca por volta da metade do século XVIII. As coleções arqueológicas foram ampliadas bastante no final do século XIX por obras encontradas nas escavações para construir novos bairros em Roma recém virada capital da Itália.
A visita guiada aos Museus “Capitolini” prevê um itinerário no Palácio “dei Conservatori” e no Palácio Novo, que têm fachadas parecidas e abrigam as salas do Museu. Quando no ano 1536 Michelangelo transformou radicalmente a praça do “Campidoglio” começando pela fachada do Palácio “Senatorio”, realizou o Palácio “dei Conservatori” e colocou no meio da praça o monumento brônzeo de Marco Aurelio.


Visita Guidata Musei Capitolini


O Palácio “dei Conservatori” provem da transformação dum prédio medieval onde ficava a magistratura civil, ou seja os chamados “conservatori”; Michelangelo atuou este projeto em harmonia com a ideia renascimental do antigo classicismo, mais tarde no século XVII foi edificado simetricamente do outro lado da praça um prédio gémeo o Palácio Novo.
A visita guiada começa pelo pátio do Palácio onde encontramos importantes exemplos da escultura romana , como os fragmentos da enorme estátua de Costantino procedente da Basílica na “Via Sacra”.
Continuando a visita da escadaria, apreciaremos pregados nas paredes grandes relevos históricos provindo de uns importantes monumentos, três deles mostram umas façanhas bélicas do Marco Aurelio. O itinerário continua pela Sala dos “Orazi e Curiazi” cujas paredes mostram afrescos apresentando histórias da origem de Roma pintados por Cavalier d’Arpino entre 1500 e 1600.
Veremos depois a Sala “dei Capitani” com afrescos do final de 1500 representando famosos acontecimentos da Primeira Idade Republicana. Na seguinte Sala do Triunfo tem a representação de um verdadeiro triunfo romano: o de Paolo Emilio festejando a vitória junto com seus homens e mostrando o precioso despojo de guerra. Nesta sala têm também as célebres estátuas em bronze do “Bruto Capitolino”,do “Spinario” e do “Camillo”.


Musei Capitolini a Roma


A Sala da Loba, cujas paredes são ornadas por fragmentos dos “Fasti Consolari e Trionfali”, abriga o verdadeiro símbolo de Roma: a Loba Capitolina.
A visita continua para as salas dos “Horti Lamiani” cheias de obras de arte provindo das escavações na colina chamada de “Esquilino” entre elas tem o busto de grande força expressiva do imperador Commodoro representado como Hércules. Chegaremos em seguida à surpreendente Esedra de vidro , projeto atual do arquiteto Carlo Aymonino, na qual fica exposta a verdadeira e original estátua equestre de Marco Aurelio além da escultura do Hércules brônzeo e fragmentos do Colosso de Costantino.
Seguiremos visitando a área do Templo de “Jupiter Capitolino” dedicado a Júpiter, Giunone e Minerva e seus vestígios em tufo; continuaremos descendo na subterrânea Galeria Lapidaria até o “Tabularium” antigo arquivo do estado pela cujas arcadas poderemos curtir a maravilhosa paisagem do Foro Romano .
O percurso guiado acaba visitando o Palácio Novo repleto por esculturas da Idade Imperial, entre elas a mais importante é o “Galata Capitolino” ou “Galata Morente” sendo uma copia romana de uma das estátuas de Pergamo que celebraram a vitória de Attalo I contra os Galos da Ásia Menor.