Museu Nacional Das Artes e Tradições Populares

By Blackcat (Own work) [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons
Duração 3 horas.
Fones de ouvido obrigatório para grupos.
Reserve >

O Bairro EUR situado na região meridional da cidade, foi planejado para o evento da Exposição Universal, que deveria ter tido no ano 1942, celebrando o XX aniversário da posse pelo Fascismo de 1922. Por causa da guerra a Exposição não aconteceu, porém ficaram as imponentes arquiteturas erguidas pelo arquiteto Marcello Piacentini.
O Museu fica no prédio das Tradições Populares que foi edificado no ano 1911 para a Exposição da Etnografia Italiana comemorar os 50 anos da Unidade da Itália; este prédio só foi inaugurado no ano 1956.
O Museu foi fundado por Lamberto Loria etnólogo que fez muitas e aprofundada pesquisas etnográficas, seja nos Países extra europeus que na Itália, pois as culturas agrárias iam mudando pela rápida industrialização do País. No ano 1996 no Museu foi definido um novo percurso que funciona até agora, ele é dividido em três grandes áreas: a Terra e seus Recursos, Viver e Morar, Ritos Festas e Cerimonias. A sessão Terra e seus Recursos inclui sistemas de transporte, agricultura, criação, caça, trabalho marítimo, artesanato, lojas e sinais das artes.
A sessão Viver e Morar contem muitos testemunhos das moradias e das atividades domésticas, o Cio Da Vida, aspetos mágicos e terapêutico.
A terceira sessão abrange as festas e tudo o que lhes pertence: elementos sagrados, sons da tradição, jogos e espetáculos nas praças, trajes e enfeites da Itália.