Museu do Ressurgimento

Duração 2 horas.
Fones de ouvido obrigatório para grupos.
Reserve >

O Museu Central do Ressurgimento foi projetado na metade do século XX para completar o complexo do “Vittoriano” e faz parte do Instituto da História do Ressurgimento que fica na cobertura do edifício.
A visita guiada inicia por um espaço no interno do Vittoriano que mostra nas paredes trechos escritos por importantes testemunhas e protagonistas da história da Itália. Este material provem do rico arquivo do Instituto do Ressurgimento, organizado também por cimélios, gravuras, pinturas, armas, além de fotografias e livros escolhidos entre os melhores para a didática e a historiografia. Tem vestígios encontrados principalmente no território de Roma e do Estado Pontifício, sendo privilegiadas umas temáticas e períodos históricos como o mito de Garibaldi, a República Romana de 1849 e a Primeira Guerra Mundial. Dia 9 de Junho de 2011, comemorando os 150 anos da Unidade da Itália, o Museu do Ressurgimento abriu um novo percurso para visita guiada que abrange o período entre a segunda metade do século XVIII e a primeira Guerra Mundial que trata de uns protagonistas da história italiana.
Nosso itinerário abrange as seguintes sessões:
– Período Napoleônico
– Congresso de Viena
– Movimentos revolucionários em 1820-1821 e em 1830-1831
– Giuseppe Mazzini e a “Jovem Itália”
– Papa Pio IX
– Os “Cinco dias de Milão”, a República de São Marco, a Primeira Guerra de Independência em 1848.
– Ano 1849 e a República Romana
– Cavour e a Guerra da Crimeia
– Vittorio Emanuele II e a Segunda Guerra de Independência
– Garibaldi e os “Mille”
– Desde a Unidade até o “Aspromonte”
– A Terceira Guerra de Independência
– Ano 1870 e a “Posse de Porta Pia”.
Entre os objetos mais interessantes tem a calça de Garibaldi, as botas dele furada por uma bala no Aspromonte, as máscaras fúnebres de Mazzini e Cavour, o álbum de fotografias dos “Mille”, uma seleção de armas pertencidas a vários protagonistas do Ressurgimento, a carreta de canhão usada para transportar os restos mortais do Soldado Desconhecido.
Andando pelo itinerário da visita encontramos também filmes da época, música militar do século XIX e da Primeira Guerra Mundial.